domingo, 2 de novembro de 2014

Dia Internacional da Biblioteca Escolar na EB de Friestas


A propósito do Dia Internacional das Bibliotecas Escolares -27 de outubro - foi solicitado aos alunos para  falaram  da importância das bibliotecas e as respostas foram as seguintes:

As bibliotecas são importantes porque …

têm livros antigos que nos contam o que se passou antigamente.
têm livros que nos mostram a ciência, a sabedoria e a arte.
têm livros engraçados e interessantes que nos contam histórias do mundo.
são locais onde podemos ler e aprender.
ao mesmo tempo que aprendemos com a leitura também nos podemos divertir.


                                                                                                                    Alunos do 2.º ano da E B de Friestas
 nos dão informação através de grandes histórias.
os livros ensinam-nos milhares de coisas.
ensinam histórias do passado e do presente.
ajudam-nos a explorar o mundo.
têm livros que nos ensinam coisas e mais coisas que ficamos a conhecer
Alunos do 3.º ano da E B de Friestas

ajudam-nos a aprender coisas novas e a desenvolver os conhecimentos.
dão-nos mais sabedoria, mais criatividade e mais imaginação.
com os livros aprendemos  mais vocabulário e desenvolvemos a linguagem.
ler em conjunto é divertido e reforça o prazer do convívio.
ler dá mais inteligência.
                                                                                                                 Alunos do 4.º ano da E B de Friestas

Os alunos ouviram a história A fada palavrinha e o gigante das bibliotecas  de Luísa Ducla Soares,
elaboraram o reconto da obra e realizaram bandas desenhadas.

A  fada palavrinha e o gigante das bibliotecas

Era uma vez um rei que tinha um cofre cheio de dinheiro. Tinha muito medo que um ladrão viesse e o roubasse e então pediu à sua família uma opinião de como o devia gastar.
A rainha disse logo:
-Eu quero um castelo de dez torres.
Mas, o rei tinha algo na sua cabeça, há muitos anos. A sua ideia era comprar uma biblioteca, e fez a sua vontade.
O rei estava muito feliz com a sua biblioteca, até que chegaram as traças e começaram a comer os seus livros. Furioso, o rei ordenou a vinte soldados para matarem as traças com as suas pistolas, mas os tiros não acertaram. Ainda mais furioso, mandou sete magos fazerem inseticida para matar as malditas traças, mas elas não desistiram e roeram cada vez mais.
Uma noite apareceu um gigante e o rei perguntou-lhe:
-Vens comer mais livros?
Não, venho pedir emprego. Quem come traças são os morcegos e eu sou um morcego. Respondeu o gigante.
Então, o rei todo contente mandou o morcego comer todas as traças.
Mas havia uma que, em vez de comer livros, estava a ler.
-Quem és tu? - Perguntou o gigante muito admirado.
- Sou a fada palavrinha que vive aqui ao teu lado. - Disse ela.
O gigante levou-a ao rei que ficou com ela para guardar e cuidar da biblioteca, junto do morcego.
A palavrinha guardava a biblioteca de dia e o morcego de noite, assim estava sempre protegida das malditas traças.
Perlimpimpim que esta história chegou ao fim.

Erica Fernandes  E.B de Friestas 2.º ano






















Sem comentários:

Enviar um comentário

DAMA PÉ DE MIM

As crianças do pré-escolar do Agrupamento Muralhas do Minho, deslocaram-se à biblioteca municipal de Valença para assistirem ao espetácul...