quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Roteiro de Leitura Orientada - O Beijo da Palavrinha



Resultado de imagem para capa do livro o beijo da palavrinha

No âmbito da Educação Literária, com as turmas do 4.º ano, foi lida a obra “O Beijo da Palavrinha” de Mia Couto.  Para exploração desta história foi aplicado um Roteiro de Leitura Orientada com diversas tarefas para os alunos realizarem.
Aqui se pode ler e visualizar o resultado das atividades desenvolvidas pelos alunos num trabalho de colaboração entre a biblioteca e a sala de aula.



O Beijo da Palavrinha

Era uma vez uma menina que nunca viu o mar. O mar é aquele azul que é uma onda de tecido líquido e volumoso. Ela tinha um irmão muito esquecido chamado Zeca Zonzo. As suas ideias voavam como uma espécie de borboletas ameaçadas que tentavam dar continuidade à espécie. Então, a menina, o irmão e a mãe tiveram uma visita de alguém especial, o tio Jaime Litorânio. Ele ficou chocado com a falta de maresia que aquela família tinha. Ele atribuía alguns defeitos do Zeca Zonzo à falta de mar.
 Um dia a menina ficou branca como uma boneca de porcelana, então o tio tentou que a corrente a levasse até à costa, mas ela estava muito fraca e não iria suportar a viagem. Decidiram levar a menina para casa e a mãe cantou as velhas melodias de embalar mas nada resolveu.
 Zeca Zonzo apareceu e tentou mostrar o mar à irmã.
Todos pensavam que Zeca iria azular o papel cheio de vida. Mas ele escreveu mar.
Então cada letra era feita de algo diferente, o “m” era feito de ondas, o “a” era uma gaivota pousada nela própria e o “r” era uma rocha dura e grossa. Então o tio Jaime Litorânio pediu à família que o silêncio caísse entre eles porque já se ouvia o marulhar. Zeca Zonzo apesar do tempo passado, nunca esqueceu a sua irmã que se afogou numa palavrinha que ganhou forma vida e cor.

João Paulo Esteves - 4.º ano - EB de Valença

Numa aldeia do interior muito pobre viviam lá dois irmãos, Maria Poeirinha e Zeca Zonzo com a sua família.
Certo dia chegou à aldeia o tio Jaime Litorânio que pensava que Maria Poeirinha estava doente por causa de falta de maresia. O tio Jaime pensou bem e disse que era melhor  metê-la num barco para ela ir ver o mar mas o tempo passou, a menina adoeceu gravemente e não foi possível levá-la ao mar.
O seu irmão Zeca Zonzo que era desprovido de juízo foi buscar um papel e um lápis e rabiscou
com letra gorda a palavra mar, mas Poeirinha não conseguia ler. O irmão pegou no dedo dela e passou por cima das letras mas Poeirinha não sentia, então o irmão pegou no dedo dela e soprou. Passou outra vez o dedo por cima das letras e Poeirinha sentiu cada letra à sua maneira.
Mais tarde, o irmão dizia:
-Eis minha mana Poeirinha que foi beijada pelo mar e se afogou numa palavrinha.

Carolina Berger – 4.º ano – EB de Valença

Estranhões e Bizarrocos

Resultado de imagem para Estranhões e bizarrocos livro


No âmbito da Educação Literária, com o 2.º ano da EB de Friestas, foi lido o conto Estranhões e Bizarrocos de José Eduardo Agualusa. Na sequência da exploração deste conto foi solicitado aos alunos a ilustração de um Estranhão/Bizarroco.

Aqui podem visualizar os trabalhos artísticos elaborados pelos alunos com a colaboração da família.







O Senhor Ribeiro e o Guarda-rios


Resultado de imagem para CAPA DO LIVRO O SENHOR RIBEIRO E O GUARDA RIOSDecorreu na Biblioteca Municipal da Valença uma sessão de apresentação da obra O Senhor Ribeiro e o Guarda-rios do autor Pedro Seromenho com ilustrações de Sebastião Peixoto e da editora Paletra das Letras.

Este livro resultou de uma candidatura das Águas do Norte no âmbito de um projeto lançado pelo Ministério do Ambiente, que inclui uma aplicação para telemóvel, que tem como objetivo consciencializar os alunos para a poupança no consumo de água.

Na apresentação do livro esteve uma contadora de histórias, uma representante das Águas do Norte e o ilustrador da obra que realizou uma ilustração ao vivo.  Para esta sessão foram convidados os alunos do 4.º ano das EB de Valença, Passos e S. Pedro da Torre, sendo oferecido um exemplar da obra a cada aluno e mais um por escola.

Com este livro, os alunos ficaram sensibilizados para algumas problemáticas ambientais nomeadamente a poupança da água.
















quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019


O tema de Carnaval da EB de Valença é a polinização, neste sentido, o Pré-escolar está a explorar esta temática. Ficam aqui disponíveis os materiais explorados e produzidos no âmbito desta atividade, um trabalho realizado em colaboração com as famílias.









POLINIZAÇÃO
O que nos acontece se não existirem insetos? Além de alimentarem muitos animais, polinizam as plantas (que permite a reprodução das mesmas e que estas produzam fruto) e ajudam na decomposição de matérias orgânicas. 


E o que é necessário para nos salvarmos a nós próprios, segundo o estudo? Os cientistas alegam que a agricultura intensiva, aliada ao uso excessivo de pesticidas, é um dos principais motivos do desaparecimento dos insetos. As mudanças climáticas também pioram a situação, sentindo-se com mais força nas zonas tropicais. 

"Caso não mudemos a nossa forma de produzir comida, os insetos como um todo vão extinguir-se dentro de poucas décadas.













NOME________________________________________DATA________________

No Carnaval fantasiei-me de ABELHA…

As Abelhas são insetos sociais, vivem juntos em colmeias.
Apresentam três tipos morfológicos: Rainha, Operárias e Zangão
Rainha: A função da rainha na colmeia é reprodutiva, ela passa a vida na colmeia colocando ovos que se transformarão nas futuras abelhas operárias, zangões ou novas rainhas.

Zangão: assim como a abelha rainha, a função do zangão (que é o macho) é reprodutiva. Ele realiza o voo nupcial, fecunda a abelha rainha e em algumas espécies, morre após a cópula ou é abandonado pela colônia de abelhas por não ter mais “utilidade”.

Operárias: São abelhas estéreis que executam funções diversas dentro da colmeia. Algumas são responsáveis pela alimentação da rainha, larvas e zangão, guardam a entrada da colmeia e outras saem para visitar as flores de plantas onde procuram néctar e pólen.

As Abelhas produzem o mel, cera, própolis e geleia real.

O mel é um tipo de açúcar com alto valor energético e serve também de alimento para as abelhas
A cera tem propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes, por isso é utilizada na medicina natural pelo homem.
O própolis tem a função é de proteger a colmeia de micro-organismos como vírus, bactérias e também insetos invasores.
A geleia é uma substancia gelatinosa, com propriedades regenerativas, que as abelhas jovens produzem para alimentar a abelha rainha.
As Abelhas têm uma função importante na reprodução das plantas realizando a polinização. No momento em que visitam as flores à procura de néctar e pólen, o mesmo cola-se nos seus pelos e quando elas visitam novas flores esse pólen acaba caindo na entrada do gineceu (órgão reprodutivo feminino da flor) e encontra o óvulo, promovendo a fecundação. Muitas espécies de plantas simplesmente não existiriam sem a presença das abelhas

Trabalho com a família:
Pai/Mãe….queres explicar-me e escrever o que é ser POLINIZADOR?
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________Obrigada
Agora eu vou desenhar uma abelha, porque é um excelente polinizador…


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Ida ao teatro – Os ovos misteriosos


No dia 15 de fevereiro, as crianças do Pré-escolar e os alunos do 1.º ciclo da EB de Pedreira estiveram no teatro Sá de Miranda em Viana do Castelo para assistir à peça: “Os ovos misteriosos.”

No final ainda puderam desfrutar de um momento de lazer e de um passeio pela cidade até à Praça da República.













Oferta de livros às escolas

A Câmara Municipal de Valença ofereceu a todas as escolas básicas algumas interessantes obras para leitura e pesquisa. Os agradecim...