quinta-feira, 6 de junho de 2019

Poemas da Mentira e da Verdade


Resultado de imagem para capa do livro poemas da mentira e da verdadeNo âmbito da Educação Literária, com as turmas do 3.º ano, a Biblioteca Escolar explorou a obra: Poemas da Mentira e da Verdade de Luísa Ducla Soares.
Foi distribuído, a cada aluno, um poema para leitura individual, foi realizada uma ficha de leitura, em que os alunos tinham que escrever o poema “Á mesa” de forma a ter sentido, a partir de versos trocados, ilustraram o poema: “A minha casinha”, conforme a sua descrição e escreveram, à semelhança da autora, o seu poema: “Abecedário sem juízo."


Este é o início do poema Abecedário sem Juízo.
A é o André a beber água-pé.
B é o Bruno a fugir do gatuno.
C é a Camila, com corpinho de gorila.

Continua o abecedário, tendo em atenção que:
1.1   – Deves iniciar a frase com a letra seguinte do alfabeto.
1.2   – A cada letra corresponde o nome de uma pessoa.
1.3   – Deves fazer uma rima com o nome e o fim de cada frase.

D é a Daniela a fazer a comida na panela.
E é a Ema a ler um poema.
Imagem relacionadaF é o Fábio, quando for grande quer ser sábio.
G é a Gabriela a comer biscoito de canela.
H é a Helena a apanhar a pena.
I é a Íris, mais bela do que um arco-íris.
J é o José que pratica karaté.
L é a Luísa que tem uma bela camisa.
M é a Mariana a apanhar uma cana.
N é a Natália que foi de avião a Itália.
O é o Orlando, dançando e bailando.
P é o Pedrito que come arroz de cabrito.
Q é o Quico que emita o macaquito.
R é o Ricardo que corre como um leopardo.
S é a Sara que foi lavar a cara.
T é o Tiano que gosta de tocar piano.
U é o Ulisses que diz muitas tolices.
V é a Vanda que tem um urso panda.
X é o Xavier que apanhou um malmequer.
Z é o Zé que usa boné.

EB de Valença – Ricardo – 3.º F







Sem comentários:

Enviar um comentário

Sugestões de leitura dos alunos

Os alunos do 4.º ano das escolas com biblioteca escolar escolheram obras para leitura durante a pausa letiva do Natal. Em sessões na biblio...