segunda-feira, 15 de abril de 2024

25 de abril - textos e histórias

Aqui podes aceder aos textos e às histórias, em vídeo, que foram sugeridas para a Semana da Leitura e que falam sobre o 25 de Abril.

É só clicar nos títulos por baixo da imagem e ficarás a saber mais sobre o que aconteceu no dia 25 de Abril de 1974.


                                    



A Celeste dos Cravos 

25 de Abril - A origem dos cravos



Avó, onde é que estavas no 25 de abril?


Elabora o teu marcador de livros como te foi proposto.

Pinta o cravo vermelho para marcar as páginas, quando lês os teus livros preferidos e ficarás com o teu marcador de livros para te lembrares da Semana da Leitura e do 25 de Abril.

 


domingo, 14 de abril de 2024

Semana da Leitura

 

Agrupamento de Escolas de Muralhas do Minho, Valença

SEMANA DA LEITURA

 


Objetivos

• Tornar visível a leitura e a escrita na comunidade.

• Desenvolver o prazer da leitura e da escrita.

Consciencializar os encarregados de educação para a importância da leitura.

Atividades

1.º Ciclo

1.º ano – Convite à família para uma sessão de leitura.

2.º ano – Sessão de leitura - Dia da Liberdade.

3.º ano – Sessão de leitura - A Celeste dos cravos.

4.º ano – Sessão de leitura - Avó, onde é que estavas no 25 de abril?

                Concurso Municipal de Leitura - fase final



Atividades gerais

Visita à Exposição: 50 anos de abril  

10 Minutos de Leitura no início de cada aula. (um poema, uma notícia, …)

Elaboração de marcadores de livros.

Visitas de estudo ao Património Local (3.º ano das EB de Valença e Friestas).

 

●Na comunidade

     Feira do livro

segunda-feira, 8 de abril de 2024

A torneira de ideias – teatro e música

 

Decorreu na Biblioteca Municipal de Valença uma atividade de teatro e música: A torneira de ideias,  promovida pelas Águas do Norte com texto de Pedro Seromenho e encenado por Sónia Santos.

Ao longo do dia foram realizadas duas sessões e participaram as turmas do 2.º, 3.º e 4.º ano da EB de Valença.







sábado, 23 de março de 2024

Leituras para a pausa letiva

 Neste final do segundo período, os alunos deslocaram-se à Biblioteca Escolar para escolher livros da sua preferência e requisitar para leitura durante a pausa letiva.

Os alunos foram desafiados a realizar a tarefa: Leituras Ilustradas.







quinta-feira, 21 de março de 2024

Visita de estudo à Fortaleza de Valença

 


No âmbito das atividades do Plano Anual da Biblioteca Escolar, os alunos da turma B da EB de Friestas realizaram uma visita guiada aos locais históricos da Fortaleza de Valença. Fizeram-se acompanhar de um mapa registando os locais de interesse que visitaram durante o percurso.







terça-feira, 19 de março de 2024

Fábrica de Histórias

Num trabalho de articulação entre a professora bibliotecária e o professor titular foi proposto à turma do 4.º J a atividade “Fábrica de Histórias.”

Esta atividade tem como objetivos levar os alunos a exprimir ideias e desenvolver a capacidade da organização escrita produzindo textos com correção, coerência e rigor recorrendo à imaginação e à criatividade.

A melhor estrela 

No país dos sete sabores tudo era colorido e cheirava a gomas.
Acima da nuvem mais branca do céu estava o castelo. Lá vivia uma pequenina estrela chamada Jellow. Ela era baixa, gira, de bom coração e gostava muito de brincar.
Um dia, a pequena estrela estava doente e para se sentir melhor precisava da flor da vida.
Quando eram 8 ou 9 horas, a menina dos cabelos de algodão doce chegou. O seu nome era Victória. A menina disse à estrelinha que para conseguir a flor da vida precisava de ir ao país dos morangos. Ela viajou numa nuvem-avião até ao país dos morangos e quando chegou tinha um dragão mas este não foi suficientemente forte para vencer a estrela. Já quase a chegar, encontrou uma coruja olhos de fogo mas não conseguiu vencer. Ela perdeu o desejo.
E quem deste contou gostou ao país dos sonhos viajou.

EB de Valença, 4.º J - Julieta

 


A vida da patinha Benedita

No país dos sete sabores tudo era colorido e cheirava a gomas.
Lá tinha uma patinha chamada Benedita que era amarela com a boca laranja, ela vivia num lago mágico e todos os dias perguntava ao lago se tinha alguma missão para cumprir.
Um dia, a patinha Benedita voltou a fazer a pergunta ao lago e este disse-lhe:
- Patinha Benedita, tu tens que salvar a princesa soluços!
O local da missão é no país dos morangos.
Então, a patinha Benedita ouviu e foi em direção ao país dos morangos.
Mas o dragão Negro apareceu à frente da patinha Benedita.
De repente, apareceu a menina dos cabelos de algodão doce para ajudar a Benedita.
A menina pegou na sua areia mágica e atirou na cara do dragão.
A Benedita conseguiu salvar a princesa Soluços.
A minha história está contada e a tua está inventada?

EB de Valença, 4.º J – Lai Liang

 

A viagem encantada

No tempo dos dinossauros tudo tinha o dobro do tamanho. Um gigante e um menino do planeta 2.0 foram teletransportados na árvore mais alta do mundo.O gigante tinha olhos castanhos e cabelo laranja. O menino tinha 11 anos, olhos verdes e cabelo preto.
Na árvore havia um livro encantado mas não lhe tocaram porque não confiavam.
O menino encontrou um ganso de pelo azul que lhes deu areia mágica e que os levou dentro do livro.
No livro havia uma saída mas um enorme dragão não os deixou passar.
Então o ganso atirou-lhes areia nos olhos e assim o menino e o gigante voltaram para casa.
A minha história está contada e a tua está inventada?

 EB de Valença, 4.º J - German



 

segunda-feira, 18 de março de 2024

Os ovos misteriosos

 

Na biblioteca da EB de Valença, com as crianças do Pré-escolar, em tempos de Páscoa, andamos a ler e explorar a obra Os ovos misteriosos de Luísa Ducla Soares.






domingo, 17 de março de 2024

Fábrica de Histórias

Num trabalho de articulação e colaboração entre a professora bibliotecária e o professor titular foi proposto à turma do 4.º J a atividade “Fábrica de Histórias.”

Esta atividade pretende levar os alunos a exprimir ideias e a desenvolver a capacidade da organização escrita, produzindo textos escritos com correção, coerência e rigor, recorrendo à  a imaginação e à criatividade. 

Assim, os alunos foram desafiados a escrever textos criativos motivados pelo recurso educativo "Fábrica de Histórias."



A idosa aventureira 

Num domingo de manhã, uma idosa que vivia numa aldeia, lembrou-se que quando era jovem tinha sido uma aventureira e queria encontrar o tal relógio mágico que todos naquela aldeia falavam.
Então, ela pegou na sua bolsa e partiu.
Mas, há um problema, o relógio estava no Palácio da Pena!
Enfim, ela decidiu mesmo assim, ir à procura do relógio.
Porém, estava a idosa a chegar ao palácio quando apareceu o palhaço Pataty.
O palhaço não deixou a idosa passar para que ela encontrasse o relógio mágico, mas depois apareceu a fada e com a sua varinha mágica, fez com que o palhaço desaparecesse.
Então a idosa conseguiu passar e encontrar o relógio, levou-o para sua casa e como o relógio era grande pendurou-o na parede da cozinha.
Verdade ou mentira, vá-se lá adivinhar o que aconteceu?

Leonor, EB de Valença,– 4.º J 

A bailarina e a saia mágica

O dia começou cedo quando, uma bailarina chamada Ana que era bonita e gostava de dançar, acordou com vontade de dançar na rua.
Ela vivia numa escola de dança e queria encontrar uma saia mágica.
A Ana encontrou a saia mágica na torre de Belém, mas o leão apareceu à frente da Ana, pegou na saia e começou a roê-la.
Como a saia era mágica, o leão não conseguiu roer, apesar de ele bem tentar.
De repente, uma fada apareceu para ajudar a Ana. A fada era bonita, bondosa e com umas lindas asas.
A fada pegou na sua varinha mágica e transformou o leão em flor.
A bailarina Ana agradeceu à fada e voltou para a escola de dança, ela usou a saia mágica, a dança ficou perfeita e até teve muitos aplausos!
E até aos dias de hoje vive feliz.

 Lai, EB de Valença, – 4.º J

A missão do Duende 

Era uma vez um duende que vivia num foguetão. Esse duende tinha uma missão para cumprir: encontrar uma joia e entregá-la ao seu irmão.
Procurou a joia e encontrou-a passado um dia. Viajou para o local de entrega, que era no Palácio da Pena, onde morava o seu irmão rico que era muito amigo dele, só que tinha um leão que queria a joia do duende.
O leão pisou o duende e quando estava a roubar-lhe a joia apareceu uma fada, que com a sua magia, adormeceu o leão e devolveu a joia ao duende.
O duende entrou no castelo do irmão e entregou-lhe a joia.
O irmão, ficou tão agradecido que lhe ofereceu uma casa nova e desde então não teve de continuar a viver no foguetão.
E pelo sim e pelo não, o melhor é que a história acabe aqui!

Gustavo, EB de Valença – 4.º J 

A saia mágica

 Num domingo de manhã, uma idosa chamada Maria, de cabelo branco e com 72 anos descobriu pelo telemóvel que existia uma saia mágica cor-de-rosa, roxo e dourada que fazia com que as pessoas idosas ficassem jovens.
Logo saiu da aldeia onde vivia, mexeu mais um pouco no telemóvel, e descobriu que a saia ficava no farol perto da sua casa.
Ela pensou: -Vou pegar o carro da minha irmã e vou até aquele farol.
E assim aconteceu. Foi de fininho até à casa da sua irmã, pegou o carro e tentou fazer a viagem até ao farol. Quando entrou no carro percebeu que tinha uma cobra venenosa lá dentro. Ela começou a gritar cheia de medo!
De repente, apareceu uma fada que se chamava Lara. A fada retirou a cobra de lá com a sua magia e a Maria agradeceu-lhe muito. Chegou ao farol, apanhou a saia e voltou para casa, vestiu a saia e em 30 segundos voltou a ficar jovem.
E aqui termina um sonho inesquecível.

                                 Luiza Pereira, EB de Valença – 4.º J

Uma pinga de chuva chamada pingoleta

 

Decorreu nas Escolas Básicas do 1.º Ciclo uma atividade, promovida pela Biblioteca Municipal, para assinalar o Dia Mundial da Água – H2O: Tesouro líquido do nosso planeta.

A obra explorada foi “Uma pinga de chuva chamada pingoleta.” de Teresa Adão.






segunda-feira, 11 de março de 2024

Sessões com a escritora Maria João Lopo de Carvalho


No dia 8 de março, decorreram na Biblioteca Municipal de Valença, sessões de leitura com a escritora Maria João Lopo de Carvalho para algumas turmas dos alunos do 1.º e 2.º ciclo

No período da tarde assistiram à sessão com a escritora as turmas da EB de Real e as turmas do 1.º A e 1.º B da EB de Valença.

Todos os alunos presentes nas sessões foram contemplados com a oferta de um livro da autora.  A distribuição gratuita dos livros, pelos alunos, teve o excelente contributo dos CTT- Correios de Portugal, que para tal, conseguiram apoios financeiros junto das empresas locais.